terça-feira, julho 17, 2007

Lições de Auto-Ajuda pt. 2

ouvindo: Opeth - Beneath the Mire
frase do dia: "A morte, assim como a virtude, tem suas graduações." - John O'Barr, 'O Corvo'


Após o enorme sucesso (para padrões Algolagnia Ativa™, é claro) do primeiro tópico, com diversas citações adornando nicks de MSN e até mesmo perfis de orkut, eis que é chegada a hora de mais lições de auto-ajuda. Se você não leu a primeira parte, clique aqui. Se você também precisa de ajuda para clicar aí, melhor aceitar a melhor auto-ajuda para a vida: desista, boneca.

  • Domingos são os dias em que se mistura a falta do que fazer com a vontade de não fazer nada. Mas quando os dias querem ser chatos, eles nem se lembram de perguntar seus próprios nomes no calendário.
  • A bebida é um lubrificante social.
  • Ensinaremos aos que chegarem vivos, e os mortos que tenham coragem de assumir seus títulos.
  • O amor é uma pequena morte entre duas pequenas vidas e nada mais.
  • A consciência individual é apresentada ao animal através da dor física e, ao homem, através da mentira.
  • É difícil despertar esperança e alegria no coração alheio quando nós mesmos não as possuímos - o mesmo não ocorre com a tristeza.
  • Vida de atriz pornô deve ser muito foda.
  • Arte com desdém pela guerra merece guerra com desdém por essa arte.
  • Sangue real não torna um filho palerma nobre.
  • Nosso cérebro também é burocrático. (valeu, Nane!)
  • Nunca se nota que a liberdade de um implica na liberdade de escravizar o outro. Nossa liberdade começa onde ela é maior que a do próximo.
  • Há algo muito estranho acontecendo comigo. A hipótese mais otimista é um ataque de lombrigas.
  • A única razão pela qual acordamos é para ter material para nossos sonhos.
  • O Snoopy é o cachorro mais aerodinâmico existente.
  • Serotonina dá câncer. Pelo observável, no cérebro.
  • Sou defensor da moral e dos bons costumes. O único motivo aceitável para um divórcio é um casamento.
  • Todo dogma surge de um estigma.
  • O mundo é um veneno em doses homeopáticas.
  • Todos os homens nascem diferentes - Samuel Colt os tornou todos iguais.
  • Fanatismo é a esperança em desespero.
  • Só se descobre a compaixão quando há sofrimento. No amor, vingança e justiça não se diferenciam em nada.
  • Doom metal é música de velório tocada com over-drive.
  • Nossa grandeza, muitas vezes, não é nada senão frustrações de sonhos perdidos.
  • Poesia é a obra de homens vencidos, ganhando os espólios de uma derrota através da crueldade cinzenta do mundo.
  • Que nossa amizade seja como uma bunda: estejamos sempre do lado um do outro e que nenhuma merda nos separe.
  • Ingenuidade não substitui a sinceridade. A verdade é o único desprazer que a humanidade, vez por outra, insiste em buscar.
  • Ganhar a vida através do próprio sofrimento é otimismo demais para mim.
  • A Terra é levemente chata nos pólos, e extremamente chata nos trópicos.
  • Confissão é aquilo que um criminoso faz espontaneamente, depois de algumas horas de porrada.
  • Vencer não é tudo. Vencer é a única coisa.
  • A sina da humanidade é formar gênios, não massas. Um homem é apenas aquilo que um cavalo coloca em cima do corpo para ganhar uma corrida.
  • Suicídio é a coisa mais adulta que existe.
  • Ela é o ar que respiro. Quer dizer, fundamental - mas geralmente nem presto atenção.
  • Depois da peste negra, da bulbônica, da sífilis e do tifo, agora temos de sobreviver ao pior inimigo, escondido em cada espelho.
  • Sou um homem de muita fé. Em Carl Sagan.
  • Deus não nasce apenas da vontade de dominar - nasce também da preguiça de pensar e excesso de absurdos. Onde há imaginação demais para realidade de menos, haverá religião.
  • Não entendo essa estranha mania que minhas amigas têm de se apaixonar por mim.

3 pessoas leram e discordam:

Nane disse...

*tentando imaginar o porquê de meu nome ter participado, justamente, da questão relativa à burocracia cerebral... Ah, mas terei que esperar até amanhã, por hoje esse departamento já encerrou seu expediente!


Frases para o meu tão adorado msn, heim... A propósito, aquela do "Ela é o ar que respiro..." é um chute no estômago, a explicação definitiva para o blablabla sobre "só dá valor quando não tem mais". Na minha opinião é a melhor. A pior é a última, ora por favor! Ao menos lembre-se de sua obrigação para com suas amigas, as quais cabe a você amar, e não compreender...

ohohoho
:P

nat disse...

txiuuHh, mIh aPaiXonEy por vx axim q lih un textuh dakee.


vou me jogar nessa do material dos sonhos.

Luciene disse...

"O único motivo pelo qual acordamos é para ter material para nossos sonhos."

Será que vem daí essa minha combinação de insônia e debilidade de sonhos? Meeeedo.