terça-feira, fevereiro 13, 2007

Fuga da Morte

ouvindo: Diary of Dreams - Rumors about Angels
frase do dia: "Não existem anjos em trincheiras" - Bukowski


Fuga da Morte

Leite negro d'aurora nós o bebemos à tarde
nós o bebemos ao meio-dia e de manhã nós o bebemos à noite
nós bebemos e bebemos
nós cavamos uma cova nos ares onde não se deita apertado
Um homem mora na casa ele brinca com as serpentes ele escreve
ele escreve quando escurece para a Alemanha teus cabelos de ouro Margarete
ele escreve e aparece em frente à casa e cintilam as estrelas ele assovia para seus mastins
ele assovia mandando seus judeus para fora manda cavar uma cova na terra
ele nos ordena tocar para a dança

Leite negro d'aurora nós te bebemos à noite
nós te bebemos de manhã e ao meio-dia nós te bebemos à tarde
nós bebemos e bebemos
Um homem mora na casa ele brinca com as serpentes ele escreve
ele escreve quando escurece para a Alemanha teus cabelos de ouro Margarete
Teus cabelos de cinza Sulamita nós cavamos uma cova nos ares onde não se deita apertado
Ele grita cavem mais até o fundo vocês aí vocês ali cantem e toquem
ele pega o ferro na cintura ele o balança seus olhos são azuis
cavem mais fundo as pás vocês aí vocês ali toquem mais para a dança

Leite negro d'aurora nós te bebemos de noite
nós te bebemos ao meio-dia e de manhã nós te bebemos à tarde
nós bebemos e bebemos
um homem mora na casa teus cabelos de ouro Margarete
teus cabelos de cinza Sulamita ele brinca com as serpentes

Ele grita toquem a morte mais doce a morte é um mestre d'Alemanha¹
ele grita toquem mais escuro os violinos depois subam como fumaça aos ares
então terão uma cova grande nas nuvens onde não se deita apertado
Leite negro d'aurora nós te bebemos à noite
nós te bebemos ao meio-dia a morte é um mestre d'Alemanha
nos te bebemos à tarde e de manhã bebemos e bebemos
a morte é um mestre da Alemanha seu olho é azul
e te atinge com bala de chumbo te atinge em cheio²
um homem mora na casa teus cabelos de ouro Margarete
ele atiça seus mastins contra nós ele nos dá uma cova no ar
ele brinca com as serpentes e sonha a morte é um mestre d'Alemanha

teus cabelos de ouro Margarete
teus cabelos de cinza Sulamita


(Paul Celan, em tradução minha)
...

1.
Apesar de não gostar de mudar a ordem das palavras do original, preferi "toquem a morte mais doce" do que "toquem mais doce a morte" pois confundiria o sentido em português. O que se toca é a própria morte, como se nota no acusativo do original: ,,Er ruft spielt süßer den Tod der Tod ist ein Meister aus Deutschland".

2.
Também não quis alterar as palavras, que são musicais, mas preferi usar "e" no lugar de "ele" pois 'morte' é uma palavra masculina em alemão, e "ele" se refere à morte do verso de cima, o que poderia causar confusão. No original: ,,der Tod ist ein Meister aus Deutschland sein Auge ist blau / er trifft dich mit bleierner Kugel er trifft dich genau".

6 pessoas leram e discordam:

Scarlett disse...

tô viajando em alemão...

Morning Star disse...

Um único comentário para manter a regência verbal.

danilo pingado disse...

coisa feia amiguinho...

o original estava bem mais cool

=)

Nane disse...

Ahmmm...
Ahm?

(perdi alguma coisa...)

;/

Flavio, Flavio... Que tempos são esses... Acho que estamos precisando de um colapso.

Bjos

Jonas disse...

Nem ta bem traduzido ... UI !

^^

\m/

Rodrigo disse...

Nein...