quarta-feira, junho 29, 2005

E já que o assunto é arte...

ouvindo: Blackmore´s Night - Mond Tanz
frase do dia: "Qualquer idiota é capaz de pintar um quadro, mas só um gênio é capaz de vendê-lo." - Samuel Butler

É eu terminar minha longa tese de mestrado nos últimos 2 posts (que foram lidos por 2% das pessoas que depararam com seu tamanho) que me aparece na frente uma nota, no mínimo, bizarra na Veja dessa semana:


Vendida: Uma das telas do chimpanzé Congo, favorito do leilão. Vendidas por 14.400 libras, ou cerca de 62.500 reais, três telas pintadas por um chimpanzé, num leilão da casa londrina Bonhams. Na mesma venda, uma pintura de Andy Warhol e uma escultura de Renoir não encontraram compradores. As telas foram pintadas no fim dos anos 50 por Congo, um chimpanzé que se tornou célebre ao atrair a atenção do antropólogo Desmond Morris, que descobriu seu pendor artístico. Entre os admiradores de Congo que morreu em 1964 contavam-se Picasso, Miró e Salvador Dalí.


Meu deus, brinco com arte para burros e me aparece arte de um chimpanzé! Dali tudo bem, por ser estudante de bizarrices envolvendo a psique, mas bem se entende como Picasso e Miró eram mesmo inteligentes como um chimpanzé.

Aliás, analisando bem, até que pagaria mais pelas telas do macaco do que pelas outras mesmo... ao menos nosso amigo primata não fez nada que caia no vestibular.